Buscar
  • ELopes Instituto

Conheça a história de crianças refugiadas

Você sabia que crianças representam mais de 40% de todas as pessoas refugiadas do mundo?

São crianças que precisaram ser grandes antes da hora e, agora, merecem viver a infância! Quando forçadas a deixar suas casas para escapar de guerras e conflitos, muitas crianças refugiadas chegam a um novo país e precisam lidar com perdas e traumas inimagináveis até para nós, adultos. Às vezes, estando completamente sozinhas, sem pais ou responsáveis.

As crianças são particularmente afetadas durante as crises de deslocamento, especialmente se o deslocamento se arrastar por muitos anos. Novas estimativas do Acnur mostram que quase um milhão de crianças nasceram como refugiadas entre 2018 e 2020. Muitos deles correm o risco de permanecer no exílio nos próximos anos, alguns potencialmente para o resto de suas vidas", diz o relatório. A ONG Refugio Brasil pontua que os deslocamentos forçados são experiências traumáticas que nem adultos estão preparados para viver.


Enquanto conflitos seguem em curso em todo o mundo, mais e mais pessoas deslocadas pagam o preço por isso. Apenas nos últimos três anos, cerca de 1 milhão de crianças nasceram no exílio. Qual será o futuro delas? Que oportunidades terão para atingir seu potencial?


Queremos que todas as crianças refugiadas tenham acesso à educação, saúde, lazer e tenham meios de prosperar, colocando em prática todo o seu potencial.